Instruções

Ao carregares nas imagens, pode surgir a opção "abrir link" . Experimenta o que há. Sê curioso, e inscreve-te !!!

Encher um Balão sem Soprar

Com materiais bem simples, em casa podes repetir a experiência. É só usar o fermento dos bolos, o vinagre dos temperos, um balão ou uma luva descartável, um recipiente apropriado e a técnica dos "aprendizes de feiticeiro". Pura magia!? Não, aqui HÁ CIÊNCIA.

Há uma reação química que produz dióxido de carbono, o gás que faz inchar o balão.

Que fazem aqui o bolo e a rocha que parece ferver?

Pois, terias de ficar cá para saber tudo bem explicadinho. 

Uma ajuda de Ciências Naturais 

Vê-se bem - as rochas calcárias (uma preta e outra branca) fazem efervescência. No granito, nada se deteta.

O nosso obrigada.

A professora Cacilda Sousa estava mesmo a explicar, aos alunos do 7º ano, como saber se uma rocha é calcário. Assim, muito gentilmente, acedeu ao pedido dos alunos do Clube assistirem à atividade experimental com uma dessas turmas.

Meter um balão dentro de uma garrafa

Continuamos com balões, continuamos SEM SOPRAR, mas continuamos também com mais três meninas curiosas que se juntaram ao CLUBE. Bem vindas!


Desta vez, foi o aquecimento e arrefecimento de água dentro do balão de vidro que fez com que a pressão dentro do balão aumentasse ou diminuísse, devido à variação de temperatura e à quantidade de vapor no seu interior.

E foi assim, com a pressão interna às vezes maior, outras vezes menor que a pressão externa (a pressão atmosférica) que o balão parece brincar connosco - ora enche para fora, ora enche para dentro da garrafa. Foi um gosto vê-lo neste vai-vem a que o obrigámos.

E PUM!

Bom, para percebermos melhor estas coisas de "pressão" também usamos uma "senhora" seringa.  E a brincar, a brincar, percebemos que o ar consegue fazer tanta pressão que pode mover-se de repente e fazer um grande estrondo.


Queres saber mais? Junta-te a nós.




Sugestão para brincar em casa e surpreender os graúdos. E ainda tens a explicação. DIVERTE-TE.

CARREGA neste link:

Entra, ou não entra?

       Meter um ovo dentro de uma garrafa? Ou de um balão?

        Nem pensar! Não vamos empurrar - bem, não empurrámos com a mão mas, mais uma vez, aproveitámos as diferenças de pressão para empurrar o ovo.

       Pois bem, queimámos papel dentro do balão (deveria ser algodão), deixámos arder e, quando terminou, colocámos lá o ovo. Este, devagar, devagarinho, entrou. E era bem gordinho!

       Uma breve explicação: o ar dento do balão aqueceu e saiu ar (uma grande parte) e formou-se vapor de água. Ao colocar o ovo por cima, não entra nem sai ar. Arrefece lá dentro, o vapor de água condensa, a pressão interior é menor que a exterior e... o ovo é empurrado pelo ar exterior.

Ai, que espetaculares efeitos esta pressão faz!

Ovo: entra ou não entra?

Do início até ao fim

Ver num caleidescópio

    Não fizemos. Precisávamos de espelhos.

Contudo, estivemos a ver e a perceber que as imagens se podem refletir constantemente num conjunto de espelhos, originando imagens múltiplas que, sendo simétricas, originam imagens lindas, geométricas, quando, na verdade, temos coisas coloridas que se movem ao acaso.

 MAS NÃO PARECE!

Se quiseres construir um, "Mãos à obra"

"https://www.youtube.com/watch?v=2cIt0AfuLmc"